ROTEIRO MORRO DO CHAPÉU EM UM DIA | Viagem com Beth

Bahia Chapada Diamantina Destinos Nacionais Nordeste

ROTEIRO MORRO DO CHAPÉU EM UM DIA

2 de setembro de 2020

Chapada Diamantina – BA

Morro do Chapéu é um município localizado na Chapada Diamantina, na Bahia, a 384 km da capital, Salvador, e com uma altitude média de 1100 m.

A cidade tem temperaturas mais amenas, com uma média anual de 23º C, sendo úmida no verão e mais fria e seca no inverno.

Nós saímos (eu, guia e Nina) de Lençóis para Morro do Chapéu.

São mais ou menos 170 km de distância entre as cidades, dá para fazer entre 2h30 e 3h de carro.

O nome da cidade é devido ao morro, quando avistado pelos jesuítas na época do descobrimento, foi logo comparado a um chapéu.

7 DICAS PARA VIAJAR MUITO BARATO PELO BRASIL

Morro do Chapéu é certamente um prato cheio para os turistas, um destino bastante procurado e que se justifica em sua beleza e diversidade.

Cachoeiras, rios, diversas espécies de flores, sítios arqueológicos, cavernas e grutas.

E não para por aí, tem também uma culinária típica regional e artesanato, esportes radicais e uma bela arquitetura presente nas ruas da cidade.

Cachoeira do Ferro Doido

A nossa primeira parada foi na Cachoeira do Ferro Doido, um lugar de extrema beleza, porém pouco visitado.

Com 98 m de altura em seu ponto mais alto, e que foi declarado como um monumento natural e é uma área de preservação e conservação ambiental.

A cachoeira tem quatro quedas d’água e um cânion enorme, além de ter constantes práticas de rapel e observação de aves.

Se a sua intenção for tomar banho e relaxar, talvez esse não seja o passeio ideal, pois só é possível observar a queda d’água à distância.

O lugar não é difícil de achar, porém não há placas de indicação no local.

Saindo de Morro do Chapéu são cerca de 20 km seguindo pela BA-052.

Você pode usar o seu GPS para encontrar o lugar, que é um descampado.

A trilha é de fácil acesso, fica bem perto da rodovia.

Em apenas 5 min e você já vê a cachoeira, então dá para pessoas com mobilidade reduzida ou idosos fazerem tranquilamente.

Em algumas épocas do ano, quando ocorre a seca, pode não ter água lá embaixo, mas a vista continua sendo espetacular.

7 DICAS PARA MULHERES VIAJANTES DE CARRO

Centro de Morro do Chapéu

Saindo da Cachoeira do Ferro Doido, nós seguimos para o centro de Morro do Chapéu, onde se pode observar a arquitetura que remonta o século XVIII, quando começou a exploração de ouro na região.

Mais tarde o município se tornaria refúgio de alguns portugueses durante a perseguição dos nacionais consequente da independência do Brasil.

Ademais, uma herança que foi deixada na cidade de Morro do Chapéu por uma tradição comum no período dos coronéis foi a Biblioteca Pública, que foi fundada em 1915 e permanece lá até hoje.

APRENDA A TIRAR FOTOS INCRÍVEIS DO SEU DOG

Vila do Ventura

Por fim, depois do centro da cidade a nossa última parada foi na Vila do Ventura, localizada nos arredores da cidade.

Que foi na região o maior cerne de diamantes daquela época, que deixou, além da sua história, casarões, algumas casinhas coloridas e uma capela.

A Vila surgiu quando alguns garimpeiros, um deles chamado Ventura, se abrigaram no local fugindo de Lençóis em meados do século XIX.

Pouco se passou e os garimpeiros encontraram diamantes, que passaram a explorar sob proteção do Coronel que era dono das terras, e vender as pedras em Lençóis.

Ventura foi o responsável pela venda dos primeiros diamantes.

Logo a vila se tornou o lugar mais importante da região, e Morro do Chapéu era antes distrito da Vila do Ventura, que tinha cerca de 30 mil habitantes.

Hoje, entretanto, o lugar é uma espécie de cidade fantasma, com menos que 50 pessoas morando entre as ruínas do que no passado foi um grande centro.

Um lugar com muitas histórias, vale a pena ir conhecer.

GUIA: Pedro Paulo / Lençóis

@pedropauloguia

NOS SIGA NO INSTAGRAM: BETH CRISKO | NINA DOG

Por: Beth Crisko

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *